Foram estudados quatro mil casais por  25 anos. E nessas duas décadas foram realizadas cinco avaliações em épocas diferentes desses casamentos.

Primeira avaliação

Realizada no início dos casamentos,  23% dos homens e 25% das mulheres já eram obesos.

Na última avaliação,

Os homens que não eram obesos, mas que as esposas ficaram obesas ao longo do estudo, eles tinham um risco 78% maior de também se tornarem obesos.

Já no caso das mulheres, o risco de obesidade associado ao aumento de peso do parceiro era 89% maior.

A explicação para as mulheres  engordar mais, está relacionado com o ritmo do metabolismo feminino, que costuma ser mais lento.

O lado positivo é que o contrário também aconte: se a mulher faz uma dieta e emagrece, tem uma grande possibilidade do maridão seguir o bom exemplo.